PREVENÇÃO : Falta de acompanhamento odontológico pode causar parto prematuro


Problemas na dentição e na gengiva são mais comuns na gravidez e podem trazer prejuízos para a mãe e o bebê. Entenda por que e saiba como garantir sua saúde bucal antes mesmo de engravidar.

O corpo da gestante passa por uma série de mudanças físicas, metabólicas e hormonais.

Todas elas ajudam a preparar o organismo para o desenvolvimento do bebê e influenciam diretamente na saúde bucal da mãe.

Só para se ter uma ideia, pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG) acompanharam a rotina de 88 gestantes e detectaram que 83% delas apresentaram algum problema periodontal, como inflamações ou infecções na gengiva.

Um dos motivos é uma maior produção dos hormônios estrogênio e progesterona pela placenta.

Veja também : SAÚDE BUCAL da gestante e do bebê

Essas substâncias promovem modificações vasculares que facilitam o ataque das bactérias, provocando vermelhidão, inchaço e sangramento na gengiva, o que caracteriza a chamada gengivite.

A melhor forma de cuidar do problema é caprichar na higienização, escovando os dentes depois das refeições e usando fio dental, além de evitar o consumo exagerado de doces.


Youtube / Rodrigo Guedes Oliveira



Share:

TAMBIÉN TE PUEDE GUSTAR

Facebook comments: