INFOPACIENTE: Gestantes precisam dar atenção especial à saúde bucal


Durante a gravidez, a concentração da maioria das mães é em relação à saúde do bebê, ter cuidados para que ocorra tudo bem neste período.

Mas, muitas vezes, se esquecem de uma parte do corpo que exige muitos cuidados: a boca.

A principal preocupação que as grávidas devem ter é com a chamada periodontite, uma inflamação que vai além da gengiva alcançando o periodonto.

Veja também : Bebês podem nascer com dente; saiba o que fazer

Algumas pessoas erroneamente associam a gravidez como causa da periodontite. Reinaldo Akamine, coordenador do curso de Odontologia da UNIGRAN, explica que a diferença é que a gravidez traz fatores hormonais, promovem distúrbios gastrointestinais e alteração na alimentação.

“A grávida certas vezes tem dificuldades com higienização pelo próprio uso de substâncias na pasta de dente que pode causar ânsia. Isso faz com que acaba se formando mais placa bacteriana, que é a película que se forma acima do dente e que é onde se desenvolvem as bactérias que vão causar essa inflamação na gengiva”, esclarece.

Segundo o especialista, “a inflamação da parte do tecido mole tem os estágios, que pode começar com uma simples gengivite e evoluir para uma periodontite mais avançada, levando até a perda dos dentes, causada pela periodontite”.

Os cuidados mais recomendados estão relacionados à higiene. A gestante deve procurar um creme dental que não dê ânsia e que escove mais os dentes.

“Se a alimentação mudou, às vezes fica mais rica em açúcares ou carboidratos, isso faz com que se forme mais película nos dentes. Então, que se atente mais para higiene, tente fazer bochecho. Se tiver muitos vômitos, que faça mais bochecho com substâncias que protejam esses dentes”, aconselha Reinaldo.

Ir aos médicos no período de gestação é comum, e consultar um dentista não deve ser diferente. “A gestante deve ir ao dentista para fazer a limpeza bucal, promovendo todo o processo de prevenção com aplicação de flúor”, indica o coordenador.

Na questão de cuidados com o bebê, Reinaldo Akamine cita um fator muito importante que está presente em pesquisas, principalmente da Academia Americana de Periodontia.

“Se detectou a associação da periodontite, da inflamação gengival em si, com problemas relacionados à gravidez, como pré-eclâmpsia e partos prematuros. A ciência relaciona isso principalmente com o fator da gengivite ser uma inflamação, que aumenta uma proteína chamada C-reactiva (PCR) – produzida no fígado e que interfere diretamente na gravidez”, destaca.

Então, conforme o professor de Odontologia da UNIRAN é importante que a gestante cuide para que não tenha gengivite, não só pelo fato da gengivite atingir os dentes, mas porque pode colocar em risco o período de gestação.

E procurar por um profissional especializado para fazer o acompanhamento é a melhor opção para manter sua saúde bucal. “Com isso, ela estará beneficiando esse período de gestação. Temos que entender que boca não se separa do resto do corpo. Se você tem algum problema de saúde na boca, ele vai se refletir no resto do corpo”, afirma.

agorams.com.br



Share:

TAMBIÉN TE PUEDE GUSTAR

Facebook comments: