A utilização da ORTODONTIA Miofuncional no tratamento de crianças e adolescentes


Sabidamente a respiração bucal associada à posição baixa da língua interfere no posicionamento de dentes e desenvolvimento da face.

Este artigo tem a intenção de mostrar que podemos simplificar nossas mecânicas ortodônticas e dar mais qualidade de vida ao nosso paciente, fazendo com que ele respire melhor, mastigue melhor e tenha uma harmonia facial.

A abordagem multidisciplinar das origens da má oclusão simplifica a correção, dando mais estabilidade em longo prazo.

Veja também : ORTODONTIA : Qual é a idade certa para levar a criança ao ortodontista?

Introdução : Desde 1899, Angle já afirmava que a estabilidade dos tratamentos ortodônticos dependia também da estabilidad de músculos e das funções, como respiração e deglutição.

De La Cruz et al. estudaram pacientes tratados ortodonticamente com exodontia de quatro prémolares com até 10 anos de contenção e puderam constatar que quanto maior a alteração durante o tratamento, maior a recidiva, chegando o arco a retornar às dimensões originais pré-tratamento.

O movimento chamado de Ortodontia Miofuncional quer a atenção dos dentistas para a origem das más oclusões, como a amamentação artificial, chupetas, respiração bucal e suas consequências sobre o desenvolvimento de nossas crianças.

Paul;Nanda já mostraram a relação entre respiração bucal e oclusão. Quando o tratamento ortodôntico não é realizado com uma preocupação de se eliminar os fatores causadores das más oclusões, a chance de recidivas é muito grande.

Pepicelli et al. já afirmavam que a influência dos músculos faciais e mandibulares é crítica no alinhamento e estabilidade. Isso inclui a disfunção do engolir e a incorreta posição da língua.

LEIA O ARTIGO COMPLETO AQUI


°orthomundi.com.br
°Paulo Rogério Faria



Share:

TAMBIÉN TE PUEDE GUSTAR

Facebook comments: